Blog

- Santiago – Roteiro de 2 dias -

Roteiro de 2 dias em Santiago

Um pouco sobre Santiago

Santiago ou Santiago do Chile como é chamado por alguns, é a capital e maior cidade do Chile, com mais de 5 milhões de habitantes abriga quase 40% da população do país.

É considerada a terceira capital latino-americana com melhor qualidade de vida (perdendo apenas para Montevidéu e Buenos Aires).

A cidade está localizada em uma região chamada Vale Central, uma depressão ao meio da Cordilheira de Los Andes, então prepare-se para muito calor, tempo extremamente seco (pois não chove na cidade, por lá dizem que é mais provável haver um terremoto que chuva), uma bela vista da Cordilheira em todos os cantos da cidade (principalmente se você for no inverno)e uma tremenda turbulência para pousar e decolar.

Mas não esquente nada disso vai acabar com sua viagem que será regada a muito vinho, muito mesmo, assim como na Europa qualquer hora é boa para se tomar um vinho ou vino, ainda mais com preços muito mais em conta do que no Brasil.

Cordilheira - andes - berro

Santiago não é uma cidade que vai te espantar com algo inusitado ou completamente fora do normal, principalmente se você já está acostumado com grandes capitais como São Paulo e Rio de Janeiro ou já viajou para outras metrópoles ao redor do mundo.

Lá você irá encontrar o de sempre, museus, shoppings, igrejas históricas, bairros bohemios e vistas da cidade incrementadas com a beleza da Cordilheira que estará sempre presente em seu passeio.

Você conseguirá conhecer bem a cidade em apenas 3 dias, podendo ser resumido em 2 caso você não tenha interesse em conhecer vinícolas (não deixe de ir vale muito a pena).

Com isso preparamos um roteiro de 2 dias para você aproveitar o que Santiago oferece de melhor.

Dia 1 – Do centro a Bellavista

Comece o seu dia pelo centro histórico da cidade, de preferência vá a pé, você conhecerá a cidade muito melhor, além de tudo ser bem perto.

Palacio de La Moneda

la-moneda-berro

Pegue o metrô e desça na estação La Moneda. Siga pela rua Teantinos e em pouco minutos você estará no Palácio de La Moneda.

Sede da presidência do Chile, além de abrigar o Ministério do Interior, Secretaria Geral da Presidência e Secretaria Geral do Governo.

O Palácio é um dos poucos prédios remanescentes da era colonial, a princípio foi destinado a ser a casa da moeda do Chile, porém não houve recursos suficientes para finalizar o projeto no período.

Durante o golpe de estado em 1973 o Palacio foi bombardeado pelo exército do ditador Augusto Pinochet, ocasionando um grande incêncio que destruiu boa parte da estrutura e diversos documentos como a Ata da independência do Chile.

O local é muito bonito cercado por duas grande praças, da Constituição e Cidadania. Procure chegar cedo, pois as 10 da manhã ocorre diariamente a troca da guarda. Você também pode visitar o interior do Palácio agendando uma visita.

Caso tenha um tempinho e aprecia arte visite o Centro Cultural Palacio de la Moneda, que fica logo abaixo da Praça Cidadania.centro-cultural-la-moneda

Plaza de Armas

Siga pela rua Morandé no sentido da Plaza de La constituicion e você chegará a Plaza de Armas.

Se você se interessa por história pare no caminho e entre no Museu de arte Pré-colombiana.

É a principal praça da cidade e marco inicial de Santiago.

Lembra muito a praça da Sé, não só por sua beleza mas também por seu mal cheiro.

A praça é rodeada por importantes prédios históricos que incluem A Catedral de Santiago, Central dos Correios e o Palacio de La Real Audiencia de Santiago.

Fique um tempo por ali e faça um tour pelos arredores.

catedral-santiago-berro

Mercado Central

Pegando uma das ruas paralelas a Plaza de Armas você chegará ao Mercado Central, um mercadão turístico cujo foco são os pescados.

Ele é repleto de bancas onde se podem encontrar diversos peixes e frutos do mar da mais alta qualidade a preços muito bons.

No entanto você pode se incomodar um pouco com o cheiro de peixe podre que é bem forte.

mercado-central-santiago

No interior do mercado há alguns restaurantes para turistas e lojas de souvenir.

Almoçar por lá é a maior furada, os preços são exorbitantes e a comida bem mais ou menos.

Parque Metropolitano

Chame um Uber e vá até o Parque Metropolitano. Se você gosta de poesia para no caminho e vá conhecer a uma das casas de Pablo Neruda, que hoje abriga um museu chamado La Chascona..

O Parque metropolitano é o maior parque de Santiago e o mais extenso da América Latina. Possui diversas atrações como piscinas, zoológico, teleférico, jardim botânico e japonês, entre outras. Infelizmente será difícil conhecer todas em apenas um dia, com isso a melhor opção é subir o parque em direção a vista mais famosa de Santiago, o Cerro Sam Cristóbal.

Há duas opções para subir o Cerro San Cristóbal, a fácil, pelo funicular (uma espécie de bonde que sobe morros) e uma mais difícil, uma caminhada de uma hora e meia subindo o Cerro. Se você tem disposição vá com a segunda opção, ao longo do caminho você irá apreciar a mata nativa do parque e ter diversos pontos de vista de capital.

cerr-san-cristobal

Chegando ao topo do Cerro San Cristóbal você irá se deparar com a santa da cidade e uma vista nem tão bonita, decorada por uma grande nuvem de poluição. Porém vale a pena passar o fim de tarde e assistir ao por do Sol por lá.

Um pequeno detalhe, se você visitar Santiago no verão esqueça o por do Sol, ele só acontece por volta das 22h!

Barrio Bellavista

De cara com o parque está um dos bairros mais agitados da cidade o Bellavista, lá você irá diversos tipo de bares e restaurantes, dos botecudos aos requintados.

patio-bellavista-santiago

Uma dica é conhecer o Patio Bellavista, um shopping de bares e restaurantes localizado no meio do bairro, há opções para todos os gostos, dos mais caros…aos nem tão caros, em sua viagem você irá ver que Santiago é uma cidade muito cara.

Dia 2 – Cerro Santa Lucia a Lastarria

Cerro Santa Lucia

Passe a sua manhã apreciando mais uma vista de Santiago, subindo o Cerro Santa Lucia. Para chegar lá desça na estação de mesmo nome e vá caminhando, é literalmente ao lado.

Cerro Santa Lucia é um dos lugares mais importantes da história da cidade de Santiago, pois foi um dos pontos de partida para a fundação da cidade. Conquistado pelo espanhol Pedro Valvídia era habitado por povos pré-colombianos. Após a conquista espanhola foram erguidos dois castelos ou castillos para defender o local.

Adentrando a primeira parte você se depara com uma linda fonte chamada de Praça Netuno, continue subindo as escadarias até um plato onde já se vislumbra a primeira parte da vista, não desanime e suba mais um pouquinho ao topo do Cerro. (Tome cuidado por as escadas são minúsculas e não há onde se apoiar).

cerro-santa-lucia

A vista é bem parecida com a do Cerro San Cristóbal, um pouco mais baixa apenas, porém o parque Santa Lucia é muito bonito.

Ao descer você pode fazer uma visita a Biblioteca e Teatro Municipal que ficam bem próximos ao parque.

Museo de Bellas Artes

Siga pela rua Miraflores para chegar ao Museo de Bellas Artes.

Inaugurado em 1880 o Bellas Artes é o museu mais antigo da América do Sul. Localizado em meio ao Parque Florestal ele oferece exposições permanentes ou itinerantes de arte moderna.

Parque Florestal

Após visitar o museu faça um passeio pelo Parque Florestal, um grande parque que se estende pelo rio Mapocho.

parque-florestal-santiago

Siga em direção a Praça Baquedano, popularmente conhecida como Plaza Italia, onde você irá visitar o monumento em homenagem ao General Baquedano, uma importante figura militar da história do Chile, que liderou o exército chileno na Guerra do Pacífico, travada contra Bolívia e Peru.

Costanera Center

costanera-center

Se estiver no pique vá caminhando pelo Parque Florestal até o shopping Costanera Center, uma caminhada de mais ou menos 40 minutos.

Localizado no mesmo complexo do Sky Costanera, a torre mais alta de Santiago além de ser considerado o maior shopping da América Latina, com inúmeras lojas espalhadas por seus 7 andares.

Se você curte vinhos e azeites não deixe de ir ao supermercado JUMBO, definitivamente o melhor lugar para se comprar esses artigos a preços muito bons.

Você irá ficar surpreso(a) em como pagamos caro por produtos considerados bons aqui no Brasil e que lá são bem meia boca.

Barrio Lastarria

Termine seu dia no Lastarria, assim como o Bellavista é um bairro onde se concentram bares e restaurantes dos mais diversos tipos, no entanto esse é considerado mais nobre.

Nossa viagem ainda não terminou!

Aguarde, em breve mais roteiros aqui em nossa página

Gostou? Siga o Blog e deixe seu comentário!

ESCRITO POR FELIPE MARTINS

Comentários

2 comentários

  • 15 de February de 2016

    Adorei deu até vontade de viajar!

  • 16 de February de 2016

    Parabéns show

Deixe seu Comentário