Blog

- Uma viagem para a Escócia -

Escócia

Você deve estar ouvindo falar muito desse lugar esses dias não é? Hoje é um grande dia para esse país que busca sua independência a mais de 400 anos! Tirando a política de lado é um belíssimo lugar para se visitar em suas férias, terra do whiskey, kilt (a famosa saia escocesa), gaista-de-fole (instrumento musical) e do Monstro do Lago Ness.

Conheça um pouco mais sobre esse pedaço da Grã-Bretanha (pelo menos até hoje) e coloque em sua lista de viagens.

Um pouco de geografia

A Escócia fica localizada na Europa, ocupando o terço setentrional da ilha da Grã-Bretanha, fazendo fronteira com a Inglaterra, é banhada pelo Oceano Atlântico a oeste e Mar do Norte a leste, uma área muito fria com temperaturas que variam entre 7C° no inverno e 20°C no verão.

Com uma população bem pequena, se comparada ao Brasil, aproximadamente 5 milhões de habitantes, possui duas grandes cidades, a capital Edimburgo, onde ocorre o evento cultural mais importante do mundo em todos os verões, o Festival de Edimburgo, e Glasgow a maior cidade do país.

O que fazer por lá?

Apesar de ser um país pequeno, a diversas atrações a serem conhecidas, com isso vamos focar na capital Edimburgo, dá para conhecer a cidade em apenas 2 dias.

Cidade Velha – Royal Mile

Não há lugar melhor para começar o seu passeio do que a Royal Mile, a principal rua do centro histórico de Edimburgo (Old Town). A Royal Mile concentra não apenas atrações turísticas, mas também bares, restaurantes e lojas

Castelo de Edimburgo

Construído sobre a cratera de um vulcão, o castelo é a atração principal de Edimburgo e conta muito da história dos reis e rainhas da Escócia. Além das visitas guiadas você poderá ver de perto a “Pedra do Destino”, parte de uma tradição importantíssima na coroação dos monarcas, entre outras coisas.

Scotch Whisky Experience

Para quem aprecia um bom uísque escocês, esta é uma atração imperdível. Pertinho do Castelo de Edimburgo está o Scotch Whisky Experience, uma premiada atração que entende tudo, e ensina tudo sobre a bebida nacional da Escócia. Com os tours, é possível conhecer a história do puro malte, de sua invenção até os dias de hoje, e características de uísques produzidos nas diferentes regiões do país.

Catedral Saint Giles

A catedral de St Giles se mistura um pouco à paisagem da Royal Mile, mas será impossível passar sem notá-la. St Giles foi o centro religioso mais importante da cidade por quase 900 anos. O interior é surpreendente, com destaque aos vitrais, ao famoso Órgão e às fantásticas esculturas entalhadas na madeira, como a de um anjo tocando gaita de foles, o famoso Angel with Bagpipes.

Mary King’s Close

Construída sobre a rocha, Edimburgo sofreu com a falta de espaço durante a Idade Média. O jeito era construir para cima, e para baixo. Os mais ricos ficavam acima do nível da rua (Royal Mile), onde havia luz do sol. Os mais pobres, cada vez mais abaixo do nível da rua. Mary Kings Close foi uma das ruas mais movimentadas de Edimburgo, abaixo do nível da rua. Foi redescoberta no século passado e reaberta ao público em 2003, como atração turística. O tour pelos subterrâneos de Mary King’s Close mostra como era a vida das pessoas, do isolamento pela peste até os muitos fantasmas que moram ali. Os guias são um show à parte.

Palácio de Holyroodhouse

Este palácio é a residência oficial da rainha Elizabeth II na capital da Escócia. Na prática, funciona como sede administrativa, pois Elizabeth passa muito pouco tempo aqui – Balmoral, nas Highlands, é sua residência favorita na Escócia.
Calton Hill
A vista vale a pena: é possível ver castelo, o palácio, o monte Arthur’s Seat, o mar e, caso tenha feito muito frio semanas antes, você verá na linha do horizonte as charmosas montanhas brancas de neve da Escócia

Shopping St. James

Ao descer de Calton Hill você já estará praticamente na Princes St. À sua direita estará o shopping St James. Há uma loja, a Poundland, que vende absolutamente

Princes St, George St, Multrees Walk

Na rua Princes, que é a principal, estão as lojas de departamento Jenners e Fraser Hart, além das queridinhas Zara, H&M e Primark. Na rua George você encontra lojas como Hollister, Karen Millen, LK Bennett, Jigsaw, e na Multrees Walk estão marcas de luxo como Armani, Louis Vuitton, Mulberry, Kurt Geiger e a famosa Harvey Nichols. Só para citar algumas.

Jardins de Princes Street e Galeria Nacional

Para a tarde, você tem no mínimo duas opções: uma é passear, sentar e relaxar no Princes Street Gardens, um bosque às margens da avenida e aos pés do castelo. O lugar é adorável. A outra opção, se ainda tiver pique, é visitar a National Gallery, que fica bem ali, ao lado do bosque e em frente às lojas. É uma das melhores galerias de arte da Escócia.

A cozinha escocesa

Para nós a cozinha escocesa pode causar um tanto de estranheza, um prato típico escocês consumido num almoço comum é o Haggis, miúdos de carneiro com farinha de aveia. Se o seu paladar não é tão exótico você pode optar pelos famosos Fish n´Tips (batata e peixe frito), um prato comum em toda Grã-Bretanha.
Gostou? Não gostou? Já foi para lá e tem mais dicas? Manda e fala pra gente!
Até a próxima e Boa Viagem!

Comentários

1 comentário

  • 14 de December de 2014

    Adorei a matéria .. vou um dia … a Escócia … deve ser linda.

Deixe seu Comentário