NÃO VENDEMOS COMIDA, VENDEMOS TRADIÇÃO E BOAS LEMBRANÇAS!

Com quase meio século de tradição, O Berro oferece comida caseira de alta qualidade e momentos inesquecíveis, tudo isso a poucos passos de distância!

Faça sua reserva agora mesmo e venha curtir o restaurante mais famoso de Mogi das Cruzes!

Cardápio de Sucesso e receitas de gerações!

A comida do Berro é mais do que simplesmente deliciosa, ela é uma verdadeira experiência gastronômica carregada de amor, tradição e boas lembranças.

o Berro é conhecido por servir a melhor comida caseira do alto-tietê. Desde petiscos, entradas e pratos principais, tudo é preparado com muito cuidado e atenção aos detalhes. Cada mordida é uma viagem no tempo, que traz à tona memórias afetivas e conforto, proporcionando uma experiência única para o paladar.

 

O Filé Quatro Queijos, uma verdadeira explosão de sabores muito bem equilibrados!

Único e Maravilhoso! O Parmegiana do Berro é diferente de tudo o que você já provou por ai!

Da culinária portuguesa para a cozinha do Berro! Nossa famosa bacalhoada com mais de 40 anos de história!

Um prato venerado por muitos e amado por outros! O Virado Paulista é um clássico do Berro!

Quando se trata de comida caseira, ela não pode faltar! Nossa deliciosa feijoada é preparada por três dias antes de ser servida para você!

Conheça o nosso espaço

Hoje o Berro está situados no Alto Tietê, na cidade de Mogi das Cruzes. Com um ambiente carregado de amor e histórias para contar, somos um dos restaurantes mais reconhecidos e renomados da região!

Um ambiente familiar e único, em um espaço recheado de histórias e tradição! O restaurante é um casarão antigo que foi inteiramente restaurado pela equipe Berro!

Nós temos uma área externa maravilhosa e também Pet Friendly, onde seu amigo de quatro patas é bem-vindo! Já em nossa área interna temos um espaço mais reservado que conta com ar condicionado e capacidade para + de 170 pessoas!

Curtiu o espaço? Você pode fazer seu evento aqui!

Casamentos, pedidos de noivado, pedidos de namoro, palestras, batizados. O Berro já foi palco para muitas comemorações! 

Você pode fazer um evento completo com ambiente decorado, drinks, entradas e pratos principais! Dê uma experiência Berro para os seus convidados!

Entre em contato conosco ou venha nos visitar!

Celular/Whatsapp – (11) 98819-5383

Horários de funcionamento (Almoço)
Seg a Sex – das 11h às 15h
Sáb e Dom – das 11h as 16h

Endereço – Rua Major Pinheiro Franco, 328 – Shangai, Mogi das Cruzes – SP – 08780-060

O que dizem as pessoas que já passaram pelo Berro?

A história por trás da melhor
comida caseira do Alto Tietê

Olá, eu sou O Berro, um restaurante com mais de 40 décadas e três gerações de história!
Fui fundado em 1978 por José Antonio (Zecão), irmão do atual proprietário, José Carlos Martins. 

Naquela época, Zecão abriu um bar em Mogi, chamado de Berro D’água, em homenagem ao personagem Quincas Berro D’água, de Jorge Amado. O bar ficava próximo da Universidade de Mogi das Cruzes e muitos estudantes frequentavam o local. E ai entra o papel de uma figura de extrema importância para o Berro que conhecemos hoje.

Dona Lourdes, uma importante peça nos alicerces do restaurante, ouviu dos estudantes que sentiam saudades da comida caseira de suas mães e que era muito difícil ficar longe de casa por isso. Ela resolveu preparar comida para um deles. Um prato simples, mas que mudaria a nossa história para sempre! Arroz, feijão e bife, por incrível que pareça, tudo começou com este simples prato. O estudante gostou tanto que começou a espalhar rumores sobre uma comida maravilhosa, caseira e preparada com muito carinho. Não demorou muito, todos os seus amigos da faculdade vinham almoçar no Berro.

 

Com o tempo, Dona Lourdes e seu marido assumiram o negócio, transformando o bar oficialmente em um restaurante, sendo conhecido como “Berrinho”. Em 1983, Lourdes e seu marido compraram o terreno em frente frente, construindo um restaurante novo e maior. A partir dai, passou a ser reconhecido como Restaurante O Berro. No entanto, o restaurante ainda era muito bagunçado e tinha poucos funcionários. Em 1985, eles começaram a pensar em vendê-lo, até que Lourdes chamou seu filho, Zé Carlos, para trabalhar com ela e ajudar nos negócios.

 

Zé chegou com muitas novidades e mudanças! Profissionalizou muito a empresa e foi assumindo as funções administrativas do restaurante, criando parcerias fortes com nossas funcionárias, principalmente com Manuela, Dirce e Rosa, que estão conosco desde o começo e aprenderam a cozinhar com Dona Lourdes.

O Berro sempre serviu pratos triviais, como arroz, feijão e carnes. Na década de 1990, muitos restaurantes por quilo foram abertos na cidade, competindo conosco. Foi então que meu pai decidiu mudar e servir novos pratos, como o filé à parmegiana, a feijoada, carne de panela, a bacalhoada e outros pratos que se tornariam genuínos clássicos do Berro.

Outra grande peça chegaria para agregar nessa história, e me refiro ao Felipe Martins, filho do Zé e neto de Dona Lourdes! 

Desde criancinha, Felipe frequentava o Berro, um restaurante familiar. Apesar de seu pai insistir que ele e sua irmã, Rafa, se interessassem pelo restaurante, Felipe sempre afirmava que não tinha interesse em trabalhar lá. No entanto, seu pai o fazia ajudar no restaurante, limpando mesas e trabalhando aos sábados. Essa experiência ajudou Felipe a desenvolver um senso de responsabilidade através do trabalho.

 

Após passar sete anos em São Paulo e estudar publicidade, Felipe decidiu voltar para Mogi, sua cidade natal. Durante esse período, ele trabalhou em banco, em agência de publicidade, abriu sua própria empresa e aprendeu muitas coisas que poderia acrescentar ao Berro. No entanto, ele percebeu que gostava de cozinhar quando passou um feriado inteiro cozinhando para seus amigos em uma viagem. Ele decidiu deixar sua teimosia de lado e começar a trabalhar no Berro.

 

Felipe começou na cozinha como chão de fábrica, aprendendo com a chef Manuela. Ele se apaixonou por culinária e decidiu estudar gastronomia para aliar seus conhecimentos administrativos e culinários para ajudar no Berro. Enquanto isso, o restaurante passava por uma grande mudança: uma reforma para se profissionalizar e se modernizar. Foram dois anos de trabalho árduo para realizar a mudança, desde planejamento até adaptação dos funcionários à nova cozinha e ao novo estoque. No final, tudo valeu a pena, e o Berro hoje é um restaurante cheio e bem-sucedido.

E o resto vocês já sabem. O Berro continua a servir a melhor comida caseira do Alto Tietê, com um atendimento acolhedor e um ambiente aconchegante que fazem os clientes se sentirem em casa. Nossa história é apenas um exemplo de como a teimosia pode ser transformada em paixão, e como o trabalho árduo pode levar ao sucesso.